Robert Crumb e Gilbert Shelton estarão na Flip

O primeiro falará sobre a HQ Gênesis; o Estado apurou que o autor de Freak Brothers também comparecerá

Raquel Cozer, O Estado de S.Paulo

23 de abril de 2010 | 00h00

Robert Crumb, um dos mais celebrados cartunistas do mundo, virá ao Brasil pela primeira vez neste ano. O norte-americano, autor de Fritz the Cat e Mr. Natural, está confirmado para a Festa Literária Internacional de Paraty, que ocorre de 4 a 8 de agosto. O anúncio foi feito ontem pela organização, embora o acordo entre o curador da Flip, Flávio Moura, e a agente literária de Crumb, Lora Fountain, tenha sido firmado no fim do ano passado.

Ao Estado Lora afirmou que seu marido, Gilbert Shelton, criador da consagrada HQ underground The Fabulous Furry Freak Brothers, também participará do evento. Crumb e a mulher, a cartunista Aline Kominsky-Crumb, assim como Shelton e Lora, passarão seis dias em Paraty e seguirão para uma temporada de uma semana em Buenos Aires, onde têm amigos. Depois voltam para a França, onde vivem.

Crumb será entrevistado em uma mesa só para ele na Flip, na qual falará sobre Gênesis, graphic novel ilustrada a partir do texto original do primeiro livro da Bíblia e lançada em setembro do ano passado. De lá para cá, o cartunista passou algumas semanas divulgado o livro nos Estados Unidos, onde Gênesis teve exibições em uma galeria de arte de Nova York e no Museu de Arte de Los Angeles. Em janeiro, a graphic novel já havia vendido mais de 125 mil cópias apenas nos EUA. Desde então, o livro não saiu mais da lista de mais vendidos do New York Times. Os direitos da obra já foram comercializados em 17 países.

Hoje, Crumb trabalha com a mulher e a filha, Sophie, no livro Evolution of a Crazy Artist, que traça uma evolução de desenhos da jovem, de 28 anos, desde que ela tinha 2 anos. Está previsto para novembro. No Brasil, ainda neste ano, sairão pela Conrad a coletânea Meus Problemas com as Mulheres, além de reedições de Mr. Natural e Zap Comics.

Colecionador. A única informação que Crumb pediu sobre o país, segundo Flávio Moura, foi o endereço de lojas que vendam discos de 78 RPM, dos quais ele é colecionador ? em entrevistas a veículos brasileiros, Crumb já disse ser fã de Pixinguinha. Moura ainda não confirma se haverá uma mesa também para Aline, que há vários anos escreve HQs com Crumb ? publicadas nos EUA pela New Yorker e no Brasil pela piauí. Também não fala sobre a participação de Gilbert Shelton.

Esta será a terceira visita ao Brasil de Shelton, que atualmente trabalha na série Not Quite Dead, sobre a banda de rock de menos sucesso no mundo. Ele também está envolvido com a produção de uma animação em stop motion de Freak Brothers, prevista para sair no ano que vem sob o título Grass Roots (www.grassrootsthemovie.com).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.