Rio Amazonas é tema de exposição

A exposição Amazing Amazonas,que será inaugurada amanhã para o público no Museu de ArteModerna de São Paulo, é apenas uma das facetas mais visíveis deum gigantesco projeto, desenvolvido por José Wagner Garcia aolongo de uma década de pesquisa. Aliando arte e tecnologia, oartista e pesquisador tem como intuito investigar o enormeimpacto, não apenas físico, mas estético e comportamental, dorio Amazonas ao longo de seus 7 mil quilômetros de percurso, entre aCordilheira dos Andes e sua foz. Reforçado pela impactante exibição numa arquiteturainflável, instalada no estacionamento do museu, que estaráprojetando imagens do rio até domingo, Garcia pretende defendera polêmica tese de que o Amazonas é como um organismo vivo. "Éum espetáculo evolucionário da trama geológica que une arte,ciência, tecnologia e natureza", afirma. Além da exposição (e seu respectivo catálogo) e daprojeção multimídia, o artista e semioticista está tambémlançando um site sobre o projeto (www.aliveriver.com.br) eorganizou ainda um seminário com especialistas de várias áreassobre a relação entre arte e tecnologia (que ocorrerá no dia 28no MAM) e em 2003 deverá lançar um livro documental sobre essavasta pesquisa. Ele também pretende colocar em prática o projetoMemórias da Água, que consiste em colocar espelhosbiodegradáveis ao longo do Rio, e captá-los por sensores eradares do projeto Sivam. Esse megaprojeto não é a estréia de Garcia nessasintervenções de dimensões gigantescas, utilizando sofisticadatecnologia espacial. Ele já chegou até a utilizar recursos dosatélite Landsat 3 e fez interferências na constelação estelarFornax. Para conseguir levar a cabo esse projeto, Garcia contoucom a colaboração das mais diferentes instituições, como a Nasa,a Petrobras e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, queprestou assessoria científica. José Wagner Garcia - De terça, quarta e sexta, das 12às 18 horas; quinta, das 12 às 22 horas; sábado, domingo eferiado, das 10 às 18 horas. R$ 5,00. MAM. Avenida Pedro ÁlvaresCabral, s/n.º, Parque do Ibirapuera, portão 3, São Paulo, tel.5549-9688. Até 15/12

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.