Efe
Efe

Rijksmuseum de Amsterdã reabrirá em abril de 2013

Museu passou por 9 anos de reformas, com um investimento de US$ 471 milhões

Efe,

03 de setembro de 2012 | 16h47

AMSTERDÃ - Após nove anos de reformas e remodelações, o Rijksmuseum - o museu nacional da Holanda, situado em Amsterdã -, reabrirá suas portas ao público a partir do próximo dia 14 de abril de 2013, informou nesta segunda-feira, 3, a imprensa holandesa.

A reforma do museu, que contou com um investimento de US$ 471 milhões, o maior destinado às pinacotecas holandesas, foi aprovada em 2001, embora as obras não tenham começado até 2004.

Por causa das inúmeras paralisações das obras, o projeto, que antes estava previsto para ser entregue em 2008, só será finalizado em 2013.

Uma das polêmicas mais evidentes neste processo foi a que envolveu os ciclistas de Amsterdã, os quais se opuseram categoricamente ao projeto original. Isso porque, a reforma fecharia uma passagem muito usada pelas bicicletas.

Após diversas mudanças, os arquitetos responsáveis pelo projeto, os espanhóis Antonio Ortiz e Antonio Cruz, modificaram sua ideia original e passaram a considerar a passagem das bicicletas na entrada do museu.

O Rijksmuseum, que foi projetado por Pierre Cuypers em 1885, contará com uma superfície expositiva (de suas salas permanentes) de 10,5 mil metros quadrados. Após essa reforma, a área total do museu será de 30 mil metros quadrados.

Uma das principais peças do museu, a obra Guardiães da Noite, de Rembrandt Van Rijn, só chegará em março e deverá ser a última obra a voltar a ser exposta no novo Rijksmuseum.

 
Tudo o que sabemos sobre:
RijksmuseumAmsterdã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.