Rihanna processa ex-contadores e diz ter perdido milhões

A cantora Rihanna está processando seus contadores, alegando entre outras coisas que eles receberam comissões abusivas que a fizeram perder milhões de dólares.

CHRISTINE KEARNEY, Reuters

05 de julho de 2012 | 18h54

Em ação protocolada na noite de terça-feira numa corte federal de Manhattan, e que veio à tona na quinta-feira, a artista de 24 anos e sua produtora de shows, a Tourihanna, pleiteiam uma indenização não-especificada da firma de contabilidade Berdon LLP e de seus ex-funcionários Michael Mitnick e Peter Gounis.

Os autores do processo dizem que os acusados causaram "prejuízos financeiros significativos" entre 2005 e 2010 e cobraram comissões “exorbitantes" por seu trabalho na turnê "Last Girl on Earth", de 2010.

Bendon também é acusado de cometer erros no pagamento de tributos domésticos e internacionais da artista, e de não monitorar adequadamente os pagamentos por direitos de execuções musicais.

Michael Tasch, porta-voz de Berdon, não respondeu aos pedidos para comentar o assunto. Mitnick e Gounis já deixaram o escritório e não foram localizados.

Tudo o que sabemos sobre:
GENTERIHANNACONTABILISTAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.