Ricky Martin conta tudo em autobiografia, que sai em novembro

SHOW BIZ

, O Estado de S.Paulo

22 de agosto de 2010 | 00h00

"La vida loca" de Ricky Martin não será mais segredo para seus seguidores. O cantor porto-riquenho anunciou na quinta-feira que publicará suas memórias no dia 2 de novembro. O livro, que teve sua capa (foto) divulgada no perfil do artista no Twitter, sairá com duas edições simultâneas, uma em espanhol e outra em inglês. Em Eu, Martin fala pela primeira vez sobre sua infância, suas experiências com o grupo Menudos, sua carreira como solista e diversas outras decisões que mudaram sua vida, como a revelação de sua homossexualidade, o desejo de se tornar pai e a sua devoção por ajudar crianças que foram vítimas de violência infantil.

"Escrever este livro me permitiu explorar os diferentes caminhos e experiências que me levaram a ser quem sou hoje", declarou o cantor de 38 anos. "Fazer isso não foi fácil, me dei conta do incrível processo de cicatrização que havia começado e agora quero compartilhar tudo isso", completou o artista.

Os direitos mundiais de publicação das memórias de Martin foram adquiridos por Ray García, editor da Celebra. Eu também estará disponível no formato digital e em audiolivro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.