Revolução íntima

Lua é quarto crescente no signo de Escorpião

Oscar Quiroga, oscar.quiroga@estadao.com.br, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2011 | 00h00

Não existe ser humano entre o céu e a terra que não tenha sido devidamente informado de atualmente participar da lenta agonia da civilização atual, mas poucos compreendem o êxtase do surgimento de uma onda tão nova que é difícil acreditar nela. Os olhos se voltam e refestelam com as tragédias, porque há tanto ressentimento guardado na psique humana como resultado de milênios de dominação, exploração e injustiça que parece mais justo dançar alegres sobre o cadáver do que empreender a necessária ação que promova e facilite o surgimento da nova civilização. Esse é um erro que pode custar muito caro no futuro, já que o ressentimento tem vínculos íntimos com a injustiça que todos pretendemos banir de uma vez por todas. A revolução em andamento é, por isso, mais íntima do que institucional.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Empreendimentos que pareciam ter sido deixados de lado definitivamente ressurgem com força total. Porém, considere o panorama com mais atenção, ciente de tudo que está envolvido na possível realização desses.

TOURO 21-4 a 20-5

O tempo da celebração que com tanta ansiedade você esperava poderá demorar um pouco mais ainda, o que não significa que tenha se perdido de vista, apenas que levará mais tempo do que o imaginado para acontecer.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Nada foi concluído, tudo está em andamento, sua vida inteira é uma obra em construção. Nem sequer o que parecia ter finalizado nas últimas semanas foi devidamente concluído. Reanime sua vontade de seguir em frente.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Anda difícil sentir-se à vontade, isso dá mais trabalho do que de costume. Acontece que a pressão que você sente não é uma fantasia, as coisas se tornaram mais complicadas, você existe num mundo mais perigoso.

LEÃO 22-7 a 22-8

Superar o domínio que as circunstâncias exercem sobre você e as decisões que deseja tomar não foi tão fácil quanto você imaginou no início. Porém, é uma questão de tempo e, também, de que suas decisões sejam justas.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Nada era tão simples quanto pareceu na hora em que o desejo iniciou o impulso que trouxe você até aqui e agora. Porém, isso não deve ser motivo de desânimo, mas de constatação de que as coisas são assim aqui na Terra.

LIBRA 23-9 a 22-10

Sua alma não está tão sozinha quanto chegou a pensar nas últimas semanas. Bom, talvez alguns relacionamentos que você considerava importantes mudaram de status, mas sua alma libriana nunca estará sozinha.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Os atrasos e demoras serão providenciais, mas isso não será assim se você ceder à ansiedade e tomar iniciativas que seriam prematuras, para não dizer impulsivas e imaturas. Confie no tempo e espere.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Você perceberá o quanto falta ainda para o mundo se endireitar quando desejar passar da teoria à prática e descobrir que o mundaréu de pessoas que antes apoiava você agora finge não saber do que se trata.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

A sorte não tem nada a ver com nada, você não deve tornar sua alma cativa desse ilusório conceito. A sorte, se acontecer, será bem-vinda no meio de todos os esforços que você tiver feito para avançar no caminho.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Entre o que as pessoas digam e o que elas façam, fique você com a segunda opção para julgar que tipo de decisão tomar em relação a elas. A prática será sempre infinitamente mais reveladora do que a teoria.

PEIXES 20-2 a 20-3

Haverá recuo em muitos aspectos que você pensava já terem adquirido velocidade e impulso suficientes para andar sozinhos. Isso trará de volta aquela sensação desanimadora. Melhor exorcizá-la com divina indiferença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.