Revista de quadrinhos F. sai agora pela editora Conrad

Influenciada por publicações como O Pasquim, Pif-Paf e principalmente pela Chiclete com Banana, a revista F. finalmente terá a oportunidade de ficar tão conhecida quanto suas antecessoras. Depois de três números feitos sem periodicidade regular e publicados de forma independente, a F. passa a ser publicada e distribuída pela editora Conrad. "Perguntamos se era de interesse publicar a melhor revista de humor do País e eles disseram ´lógico´...", brinca Arnaldo Branco, um dos editores da F., ao lado dos desenhistas Allan Sieber e Leonardo Rodrigues.A revista aposta principalmente nas histórias em quadrinhos dos três editores e desenhistas convidados, como o gaúcho Fábio Zimbres e o paulista Rafael Sica. Cultuada entre os fãs de quadrinhos alternativos, a revista tem seções que já podem ser consideradas clássicas, como as "bactérias evangélicas", de Allan Sieber, e as entrevistas em quadrinhos, onde Arnaldo Branco desenha entrevistas imaginárias com personalidades como Fernanda Montenegro, Cacá Diegues e Caetano Veloso, entre outros - sempre desfavoráveis aos famosos.Também foi incorporada ao grupo a desenhista Chiquinha, vencedora do 1.º Salão de Humor Engraçado, promovido pelos editores da revista. O Salão foi uma forma de criticar os tradicionais salões de humor, que, para os editores da F., prezam mais a técnica do que o humor. Esta ´primeira´ edição traz a versão feminina de Ronaldinho Gaúcho e entrevista com Fausto Wolff, colunista do Jornal do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.