Retrospectiva de Picasso bate recorde de visitas

A exposição Picasso - O Abraço, na Neue Nationalgalerie, na capital alemã, foi vista por cerca de 330 mil pessoas, segundo informaram os organizadores do evento. Exposta durante três meses, junto com uma coletânea do fotógrafo Helmut Newton intitulada Work, a mostra de Picasso foi um presente da Espanha para a Alemanha dentro das comemorações do décimo aniversário da morte do artista. Esta, no entanto, é a primeira vez que o país prepara um especial de um pintor estrangeiro. O excessivo movimento obrigou a Neue Nationalgalerie a manter aberta suas portas durante até meia-noite, nos últimos três dias.O filho do pintor, Claude Picasso, foi o responsável pelo nome da mostra, que pretendia recordar simbolicamente a união entre as duas culturas. Para isso, o público contou com 130 obras, dentre elas Mãe e filho, Amizade, Nostalgia e o Beijo e Sensualidade. O fio condutor é o sentimento envolvendo o abraço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.