Helvio Romero/AE
Helvio Romero/AE

Retrospectiva de 2010 por meio da fotografia

Mostra reúne fatos do ano pelas lentes dos fotojornalistas

Camila Molina, O Estado de S.Paulo

06 Abril 2011 | 00h00

Ano de Copa do Mundo e de eleições presidenciais - 2010 teve como destaque esses dois acontecimentos, mas, mais ainda, uma série de outros fatos, chocantes, trágicos ou não. A vinda do ex-Beatle Paul McCartney ao Brasil; o assassinato do cartunista Glauco; a guerra contra o tráfico de drogas no Morro do Alemão, no Rio; e é preciso lembrar que 2010 começou com enchentes que destruíram um patrimônio histórico, as construções da cidade de São Luiz do Paraitinga. Todos esses episódios estão contemplados na exposição FotoRetrospectiva 2010, que a Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Estado de São Paulo (Arfoc-SP) realiza a partir de hoje no Conjunto Nacional.

A mostra apresenta 76 imagens feitas por 57 fotojornalistas ao longo de 2010. No total, 105 repórteres fotográficos inscrevem 283 fotografias para participar da exposição, a 6.ª retrospectiva promovida pela Arfoc-SP. Pela primeira vez a curadoria das obras foi coletiva, realizada por um grupo de cerca de 30 associados. "Foi um processo tão democrático que eu inscrevi fotografias e nenhuma das minhas foi escolhida", conta, com humor, o fotógrafo Paulo Whitaker, presidente da Arfoc-SP há três anos. O processo também seria coletivo na hora de montar a exposição, já que os fotógrafos presentes decidiriam no próprio Conjunto Nacional como ficariam os painéis com os trabalhos. Este ano, infelizmente, como conta Whitaker, por falta de patrocínio, não foi possível conceder premiações aos participantes da edição da mostra.

Destaques. "No jornalismo, esporte e política são as grandes editorias de foto", diz Paulo Whitaker. Por isso, inevitável que grande parte das imagens da exposição se refiram à Copa do Mundo 2010 na África do Sul - com imagens realizadas lá no outro continente, como a da comemoração da seleção espanhola por sua vitória no torneio, feita por Flávio Florido (UOL); a de Jonne Roriz (Agência Estado), que mostra o jogador brasileiro Robinho gritando com o holandês Mark Van Bommel; como ainda de torcedores brasileiros desiludidos com a eliminação do Brasil no campeonato mundial, registrados em retrato de Rafael Patrasso. Mas o futebol, esporte da paixão nacional, ainda é o protagonistas em outras obras.

As eleições presidenciais, com destaque para imagens dos candidatos Dilma Rousseff, José Serra e Marina Silva, são o forte de política, mas é curioso ver, por exemplo, o retrato feito por Keiny Andrade do deputado e ex-prefeito de São Paulo Paulo Maluf concedendo entrevista depois de ter sido incluído na lista de procurados da Interpol. O assassinato representado de presidentes e outras personalidades nos desenhos catárticos do artista pernambucano Gil Vicente, presente na última 29.ª Bienal de São Paulo, também fazem parte do segmento político, episódio lembrado na imagem feita por Filipe Araujo (Agência Estado).

Mazelas e tragédias também são muitas, como as fotografias de um homem caído no chão, baleado no Complexo do Alemão (por Apu Gomes, Folhapress). Mas há o espaço para o respiro e a poesia, como a imagem de avião que passa por uma grande lua cheia em agosto (de Miguel Schincariol). Todas as fotografias são acompanhadas de legendas para o visitante rememorar ou se informar.

FOTORETROSPECTIVA 2010

Galeria do Conjunto Nacional. Avenida Paulista, 2.073.

7 h/ 22 h (dom., 10 h/ 22 h).

Grátis. Até 27/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.