Restos do avião de Saint-Exupery são achados no mar

Uma equipe de mergulhadores franceses descobriu partes do avião do escritor Antoine de Saint-Exupery, que desapareceu em missão secreta durante a Segunda Guerra Mundial. As peças são do trem de pouso e do motor do Lockheed Lightning P-38 e foram retiradas do Mar Mediterrâneo nas proximidades da cidade litorânea de Marselha, conforme o capitão Frederic Solano.Não longe dali, um pescador havia encontrado em 1998 uma pulseira com o nome do escritor e de sua mulher, Consuelo Suncin. O achado do pescador foi fundamental para a descoberta das peças. Isto porque reavivou a memória de um mergulhador local, que informou ter visto no mar pedaços de um avião. Tratou-se então de resgatar as peças, em outubro de 2003. Mas só agora vem a confirmação, com o reconhecimento do número de série da aeronave. "Especialistas determinaram que são mesmo do avião (pilotado pelo escritor)", disse Solano. "É uma grande descoberta."O achado pode ajudar a esclarecer o misterioso desaparecimento do escritor de O Pequeno Príncipe, em 31 de julho de 1944. O objetivo de sua missão era coletar dados sobre as posições dos inimigos nazistas. Voava à noite. Seu desaparecimento suscitou as mais variadas teorias, de problemas técnicos com o avião a suicídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.