Restaurante de Ferran Adrià é eleito melhor do mundo pela 3a vez

O restaurante espanhol El Bulli, deFerran Adrià, foi eleito na segunda-feira o melhor restaurantedo mundo pelo terceiro ano consecutivo, na lista da revistaRestaurant, que tem, no total, sete estabelecimentos espanhóisentre os 50 melhores lugares para comer no mundo. "É uma vitória de todos, se fosse eu sozinho, seria umailha no oceano. Somos setes espanhóis entre os 50 primeiros etrês entre os oito primeiros. Esta é uma vitória incrível",disse Adrià à Radio Nacional. Ele recebeu o prêmio noFreemasons Temple, em Londres. Alex Atala, do restaurante D.O.M., é o único brasileiro nalista, em 40o lugar. A cozinha de Adrià, considerada parte da escola da"gastronomia molecular", que tem enfoque experimental, foieleita entre os mais de 700 escritores e críticos gastronômicosque elaboraram a lista. Adrià, cujo restaurante fica na região de Rosas (Gerona), ébastante reconhecido. Ele obteve, entre outros prêmios, amedalha de ouro de Belas Artes e um doutorado honoris causa daUniversidade de Barcelona, além de três estrelas Michelin. O britânico The Fat Duck e o francês Pierre Gagnairecontinuaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente.Logo atrás, vem o espanhol Mugaritz, que conseguiu superar onorte-americano The French Laundry, agora em quinto lugar. Os outros restaurantes espanhóis da lista são o Arzak,comandado pelo cozinheiro Juan Mari Arzak, em oitavo; El Cellerde Can Roca, dos irmãos Joan e Josep Roca, em 26o lugar; e oMartín Berasategui, que leva o nome de seu fundador, em 29o. Em 31o lugar, aparece o Can Fabes, de Santi Santamaría,junto com o Asador Etxebarri, de Víctor Arginzoniz,recém-incorporado à lista. (Reportagem de Cristina Fuentes-Cantillana)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.