'Resmungos', de Ferreira Gullar, leva Jabuti 2007 de ficção

'Latinoamericana - Enciclopédia Contemporânea da América Latina e do Caribe' ganha prêmio de não-ficção

01 Novembro 2007 | 12h00

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) divulgou na última quarta-feira, 31, os vencedores do 49º Prêmio Jabuti nas categorias Livro do Ano - Ficção e Livro do Ano - não-ficção, que foram, respectivamente, entregues para Resmungos, de Ferreira Gullar, e Latinoamericana - Enciclopédia Contemporânea da América Latina e do Caribe. Durante cerimônia na Sala São Paulo da Estação Julio Prestes, em São Paulo, cerca de mil pessoas compareceram ao evento de entrega aos vencedores da premiação.   Resmungos (Imprensa Oficial do Estado de São Paulo) é uma coletânea de crônicas publicadas pelo poeta maranhense na Folha de S. Paulo, em 2005. As ilustrações, originais, utilizam-se das técnicas de aquarelas, xilografias, óleo, colagens e intervenções computadorizadas. O livro também foi premiado na categoria contos e crônicas.   Latinoamericana - Enciclopédia Contemporânea da América Latina e do Caribe (Boitempoeditorial), de Ivana Jinkings, Emir Sader, Carlos Eduardo Martins e Rodrigo Nobile reúne 980 verbetes, 1040 fotos, 95 mapas e 136 tabelas exclusivas, 21 gráficos e fichas com dados gerais atualizados sobre cada país da América Latina e Caribe. Concentra-se nos últimos 50 anos da história do continente e encerra um conjunto de quase 1400 páginas, escritas por autores de cerca de 20 países, tratando da América Latina que emerge como um conjunto por meio de instituições e ações próprias.   As duas obras foram escolhidas pelos jurados do prêmio e pelos associados de quatro entidades do setor editorial e livreiro: CBL, Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), Associação Nacional de Livrarias (ANL) e Associação Brasileira de Difusão do Livro (ABDL). Os vencedores receberam, cada um, prêmio no valor de R$ 30 mil.   Na mesma noite foram contemplados os ganhadores das 20 categorias do Jabuti, entre os quais Fernando Vilela (vencedor da categoria Infantil, por Lampião & Lancelote), Afonso Ávila (vencedor da categoria Poesia, por Cantigas do Falso Alfonso el Sabio), Eliane Brum (vencedora da categoria Reportagem por A vida que ninguém vê), Carlos Nascimento da Silva (vencedor da categoria Romance, por Desengano) e Lira Neto (vencedor da categoria Biografia pleno O inimigo do Rei). Além dos troféus, os vencedores de cada categoria receberam prêmio de R$ 3 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.