Resident Evil recomeça para assustar em 3-D

Resident Evil recomeça para assustar em 3-D

Milla Jovovich lidera grupo que enfrenta o guardião do vírus que infectou a humanidade

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2010 | 00h00

Paul W.S. Anderson foi o primeiro a utilizar, em Resident Evil 4: O Recomeço, que estreia hoje, as câmeras que James Cameron desenvolveu para filmar Avatar em 3-D. Em Cancún, durante o verão da Sony, em junho, o diretor contou como Cameron lhe mostrou um trecho de Avatar quando ele ainda se preparava para iniciar a filmagem do novo episódio da franquia estrelada por Milla Jovovich. "A qualidade das imagens em 3-D que ele capturou era uma coisa assombrosa, superior a tudo o que já tinha visto, e me convenceu de que era a tecnologia que tínhamos de usar."

Anderson escreveu e dirigiu o primeiro filme da série, escreveu e produziu os outros dois e agora volta a acumular a direção. Por quê? "Sentia falta da diversão que é dirigir um filme da franquia Resident Evil e também do prazer que é trabalhar com Milla; Você sabe, ela faz seus stunts até o limite, dispensando dublês. Por ela faria tudo, as seguradoras é que não deixam."

No México, Anderson mostrou a cena mais eletrizante do filme, mas também a mais absurda. Milla e sua parceira de ação enfrentam o gigantesco mutante munido de uma clava. A cena, descontextualizada, era apenas um tour de force para exibir a tecnologia 3-D. No filme, continua a mesma coisa. O cara vem do nada, o espectador não sabe os detalhes de sua mutação. É como um dinossauro no parque temático de Steven Spielberg.

A própria Milla, que não estava em Cancún, havia contado ao Estado, numa entrevista anterior, que fez o primeiro filme porque era fã do game, que jogava com o irmão. No quarto filme da série, ela lidera o reduzido grupo que sobreviveu para enfrentar o guardião do vírus que infectou a humanidade. O filme tem muita ação e efeitos, pois foi feito para explorar as possibilidades do 3-D. Mas a história não faz muito sentido e as personagens, exceto Alice, não chegam a produzir empatia. Milla continua ótima, muito melhor do que o filme (e a série toda). Anderson adora a ficção científica. Define-se como um criador de mundos. Não por acaso, diz que admira Ridley Scott e Blade Runner é um de seus filmes preferidos.

RESIDENT EVIL 4: O RECOMEÇO

Resident Evil: 4 After, Reino Unido/ Alemanha/ EUA/2010, 90 min. Terror. Dir. Paul W.S. Anderson. 14 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.