Remix cabeça

Uma audição do CD Pnau, lançado em 2007 pelo grupo australiano de mesmo nome, fez o cantor e compositor inglês Elton John apadrinhar a dupla e promover o quarto álbum de estúdio do vocalista Nick Littlemore e do guitarrista Peter Mayers, Soft Universe, lançado no ano passado. Num gesto de generosidade, Elton John resolveu levar adiante a parceria e abriu o baú para que os garotos mexessem à vontade nas fitas masters de suas gravações. Nick e Peter, espertos, foram atrás dos primeiros registros, produzidos por Gus Dudgeon, canções que não se tornaram tão populares como Skyline Pigeon ou Rocket Man, mas peças ambiciosas como Sixty Years On ou Indian Sunset, para citar apenas dois títulos "conceituais". Como o negócio do duo é remix, o Pnau chegou a usar oito canções na faixa de abertura, a dançante Good Morning to the Night, que trouxe Elton John de volta à parada inglesa.

ANTONIO GONÇALVES FILHO, O Estado de S.Paulo

04 de agosto de 2012 | 03h12

Não se trata de simples reciclagem. O Pnau tenta recriar na faixa inicial o clima 'disco' dos anos 1970, quando Elton John começou a carreira, seguindo com a emulação do estilo Pink Floyd em Telegraph to the Ater Life (uma das melhores, que mistura a fúnebre Funeral for a Friend com Indian Sunset, uma canção sobre o genocídio indígena nos EUA). O Pnau, que estreou como um grupo de acid rock, house e trance music nos anos 1990, é uma prova de que remix não significa falta de imaginação. Se o coro de Indian Sunset sugere os gritos de uma nação indígena sendo massacrada, na faixa Sixty Years On, o Pnau tenta entender o tutti de abertura da música mais ambiciosa do álbum de estreia de Elton John. Nele, os violinos da orquestra imitam os compassos da abertura da ópera O Ouro do Reno, de Wagner, que reproduzem o fluxo do rio alemão. E isso faz toda a diferença: o remix do duo não despreza a herança musical erudita.

PNAU/ELTON JOHN

GOOD MORNING TO THE NIGHT

Universal

Preço:

R$ 35

ÓTIMO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.