Carolina Marcos Corrê/ Presidência da República
Carolina Marcos Corrê/ Presidência da República

Regina Duarte fala sobre ser 'protagonista da solução' em primeiro post como secretária da Cultura

A atriz, que é a nova secretária especial da Cultura, compartilhou trecho de entrevista de economista sobre as mudanças de atitude dos brasileiros

Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S. Paulo

30 de janeiro de 2020 | 08h17

Em sua primeira publicação no Instagram depois de ter aceitado o convite para chefiar a Secretaria Especial da Cultura, a atriz Regina Duarte compartilhou, na noite desta quarta-feira, 29, trecho de uma entrevista do economista Guillherme Marback, diretor da consultoria Crescimentum, publicada na revista Problemas Brasileiros em junho/julho de 2018.

Nela, não se lê a pergunta. Mas a resposta dele, que pode coincidir com o momento vivido pela atriz, ou justificar seu desejo de ser a quarta secretária especial da Cultura do governo Bolsonoro foi: "Depois de tanta desilusão e promessas não cumpridas buscamos valores (isso ela escreve a mão, no topo do recorte, possivelmente porque este início estava em outra página) individuais, como qualidade de vida, compromisso e honestidade. O que isso demonstra? Não que o brasileiro tenha se transformado completamente, mas houve uma evolução da consciência, ele sabe que precisa protagonizar a solução - 'Eu tenho que fazer alguma coisa, já que não estão fazendo por mim'.

Regina Duarte explica, em sua postagem, que o economista está analisando os resultados da Pesquisa Nacional de Valores, de 2017, e falando das mudanças de atitude dos brasileiros nos últimos 8 anos. Ela finaliza a postagem com uma carinha pensativa.

Um pouco depois, ela postou uma foto do Lago Paranoá, que teve muito mais repercussão do que seu post anterior, e onde se lia: "Sob o céu de Brasília". Regina Duarte chegou a Brasília no início da tarde desta quarta para se reunir com o presidente Jair Bolsonaro e responder que aceitava seu convite para ser a nova secretrária especial da Cultura, depois da demissão do dramaturgo Roberto Alvim, que usou trechos de um discurso nazista em um vídeo em que apresentava o novo projeto do governo para a cultura brasileira

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Sob o céu de Brasília .❤️

A post shared by Regina (@reginaduarte) on

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.