Regente britânico Colin Davis morre aos 85 anos

O regente britânico Colin Davis, que comandou orquestras no mundo todo, mas ficou mais conhecido por seu longo trabalho na Orquestra Sinfônica de Londres (LSO), morreu aos 85 anos.

Reuters

15 de abril de 2013 | 17h41

O maestro morreu no domingo, em Londres, após uma curta enfermidade. Em nota, a LSO prestou tributo à sua "musicalidade e sua humanidade".

Internacionalmente famoso por suas interpretações de Mozart, Sibelius e Berlioz, David regeu a LSO pela primeira vez em 1959, e se tornou seu regente titular entre 1995 e 2006, após um começo difícil na sua carreira, quando ele ficou conhecido por suas explosões de raiva.

A personalidade de Davis ficaria mais branda com o passar dos anos, período em que ele trabalhou em instituições como a Royal Opera House e a Orquestra Sinfônica da BBC. Também deu aulas na Real Academia de Música e na Guildhall School.

No exterior, conduziu várias orquestras, incluindo a Sinfônica de Boston, em 1982, a Orquestra Sinfônica da Rádio da Baviera (1983-93) e a Filarmônica de Nova York (1998-2003).

(Reportagem de Belinda Goldsmith)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEDAVISMORTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.