Redley encerra em grande estilo a semana da moda carioca

Com a passarela transformada num gramado, grife traz os badalados modelos Carol Trentini e Michael Camiloto

Clarissa Thomé, O Estado de S. Paulo

13 de junho de 2008 | 23h02

  Tasso Marcelo/AEDesfile de Michael Camiloto, pela RedleyCom os badalados Carol Trentini e Michael Camiloto (e mais 52 modelos), a Redley encerrou em grande estilo a semana de moda carioca. Com a responsabilidade de quem apresentou aquele que foi considerado o melhor desfile do Fashion Rio na última temporada, a grife de moda jovem não fez feio: como passarela, um gramado. Nas roupas, mesclou o visual high tech dos uniformes esportivos com tecidos orgânicos, como a malha Bamboo, algodão e linho. Veja também:Galeria de fotos dos desfiles do Fashion Rio Vendas durante Fashion Rio rendem R$ 470 milhõesJovens estilistas apostam em sobreposições no Fashion RioDesfile da Espaço Fashion é aplaudida de pé no Fashion Rio Sem perder a linha esportiva, a Redley fez uma moda mais alinhada para os rapazes. Bermudas e calças pregueadas deram ar mais sofisticado aos moços. As camisetas mais esportivas, com muito recortes, quebraram a seriedade do look. Camiloto usou uma dessas bermudas com pregas e um casaco denim. Para as meninas, o verão será despojado, prático. Os comprimentos dos vestidos estão midi e longo. As sobreposições deram um charme a mais. Destaque para o longo de listras aplicadas desfilado por Carol Franceschini. Já a Trentini, que havia dois anos não pisava em passarelas cariocas, fez apenas uma entrada, também com um longo de listras, e costas nadador. As cores do desfile foram verde-bandeira, azul claro, amarelo, cinza e light denim. As moças calçaram sandálias em cortiça e camurça - e muitas amarrações. Para os rapazes, a série Originals, que reinterpreta os clássicos tênis da grife. Nas novas versões, em linho e listrados. O salão Pão de Açúcar, lotado, aplaudiu de pé. Tasso Marcelo/AEDesfile de Carol Trentini, pela Redley

Tudo o que sabemos sobre:
Fashion RioRedley

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.