Rede ganha primeiro botequim virtual

Um grupo de sete amigos resolveu contrariar a máxima de que projetos pensados em mesa de bar terminam com a ressaca no dia seguinte. A idéia pulou dos guardanapos onde estava anotada direto para a Internet, na qual desde domingo passado está no ar. Trata-se do primeiro botequim virtual do planeta, o Bar do Zé (www.bardoze.com.br), cujo cardápio oferece, além de secos e molhados, uma salada de assuntos e temas para freguês nenhum botar defeito. Erik Galardi, um dos sócios, entendeu que havia um desafio no mercado on-line: "O cara que freqüenta e gosta de botecos aparentemente é o último a se interessar pela Internet. Então resolvemos fazer um site para ele". Os donos do bar virtual investiram R$ 400 mil na forma e conteúdo e, fiéis ao espírito do negócio, resolveram que o botequim fecha às quatro da manhã e só reabre às dez. O Bar do Zé possui dez seções, distribuídas, segundo ele, de forma simples, para não confundir os que abusarem do álcool e os iniciantes. As seções foram dividas pelos assuntos mais comuns em mesas de bar - como futebol, mulher, cultura, política, gastronomia e comportamento."Levamos a contracultura das mesas de bar e tudo o que diz respeito a seu universo para o site." A decoração da bodega é assinada pela artista plástica Carla Caffé, autora do livro São Paulo na Linha, no qual retrata vários botequins da cidade. Caffé é também a primeira a expor na seção Galeria, com quatro desenhos. O site vai divulgar ainda a lista dos melhores botecos cariocas e paulistas.

Agencia Estado,

07 de fevereiro de 2001 | 11h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.