Rede de fast-food oferece emprego a Kevin Federline

Seu casamento com a pop star Britney Spears está na corda bamba, seu álbum de estréia foi um fracasso de vendas e ele está em comerciais na TV interpretando um funcionário de lanchonete.Agora, como que para provar para onde vai a carreira artística de Kevin Federline, a rede Taco Bell enviou a ele uma carta convidando-o para passar uma hora atrás do balcão de uma de suas lanchonetes.A oferta foi feita dias antes de, neste domingo, durante o Super Bowl (final do campeonato de futebol americano), ir ao ar a propagada em que o rapper, também conhecido como K-Fed, interpreta o funcionário de uma lanchonete de hambúrgueres que sonha com o estrelato.A Associação Nacional dos Restaurantes disse que o anúncio deprecia os trabalhadores de fast-food e deveria ser suspenso. A empresa Nationwide Insurance decidiu manter o comercial e Federline deu de ombros à controvérsia, alegando que está zombando de si mesmo, não dos funcionários do setor.Aproveitando o burburinho, Greg Creed, presidente da Taco Bell, escreveu na quarta-feira a Federline convidando-o para trabalhar em alguma lanchonete da rede "só durante um turno de uma hora"."Vamos arranjar um uniforme e um crachá para você e mostrar que ótimo lugar a Taco Bell é para trabalhar", diz a carta, lembrando a Federline que no ano passado ele teria dito que seus filhos iriam trabalhar na Taco Bell."É uma oferta autêntica", disse Rob Poetsch, assessor de imprensa da Taco Bell. O agente de Federline não foi encontrado para comentar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.