Record rescinde contrato com Boris Casoy

O contrato do jornalista Boris Casoy com a Rede Record foi rescindido hoje, em comum acordo, 11 meses antes do vencimento. Casoy apresentava o Jornal da Record desde 1997.O principal motivo do fim do contrato foi o fato de a Record querer unificar toda a equipe de jornalismo da emissora. Casoy, que tinha um grupo de jornalistas que se dedicava exclusivamente ao seu programa, não aceitava as mudanças propostas.Além disso, a direção da emissora pretendia que o âncora dividisse a bancada do telejornal com uma apresentadora, a exemplo do casal que apresenta o Jornal Nacional, da Rede Globo. Essa idéia nunca agradou Casoy.O apresentador também estava descontente com as freqüentes mudanças no horário do seu telejornal. As alterações vinham sendo feitas com o objetivo de encontrar o melhor horário para a novela ´Prova de Amor´.Casoy acertou sua saída com o dono da Record, o bispo Edir Macedo. O contrato venceria no dia 30 de novembro de 2006. Junto com ele, saíram a comentarista Salete Lemos, que freqüentemente o substituía, e o diretor do telejornal, Dácio Nitrini.O jornalista saiu hoje em férias. A emissora deverá pagar uma multa ao jornalista, mas o valor só será acertado daqui a um mês, quando ele voltar a São Paulo. Não se sabe quem vai apresentar o ´Jornal da Record´. A emissora tem a intenção de contratar Carlos Nascimento, atualmente na Bandeirantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.