Record pode transmitir a Copa

A Record continua mais do que nuncano páreo para transmitir a Copa do Mundo e está prestes aconseguir. Fontes do mercado garantem que andam quentes asnegociações entre a emissora do bispo Macedo e a Globo, dona dosdireitos de transmissão do evento, e que, nos próximos dias, asduas redes devem chegar a um acordo sobre o assunto. Retomando com força sua cobertura esportiva,principalmente a parte ligada aos campeonatos de futebol, aRecord tem se mostrado interessada pela Copa desde o final doano passado, mas não chega a um denominador comum com a Globopor causa do preço do evento, US$ 60 milhões. Com um possível desconto de 40% em cima desse valor -prometido pela Globo -, as duas emissoras voltaram a falar amesma língua e retomaram as negociações. A contraproposta da emissora do bispo seria de umdesconto de 50% em cima do valor inicial, pagando, então, cercade US$ 30 milhões pela Copa. A Globo ainda não deu resposta, mas, ao que tudo indica,fará o jogo da concorrente, pois não quer amargar um prejuízotão grande. A rede dos Marinhos pagou cerca de US$ 120 milhõespelos direitos de transmissão do evento. O que chama atenção na negociação é o fato de a Recordestar acertando o acordo com a Globo sozinha, sem ainterferência de sua parceira na compra de eventos esportivos, aTraffic. O contrato da Traffic com o canal prevê somente a comprade alguns campeonatos, como o Brasileirão e o CampeonatoPaulista, nada tem a ver com as negociações da Copa. Se transmitir o evento, a Record contará com a ajuda daparceira somente na parte de suporte técnico e profissional paraa cobertura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.