Record investe alto para desbancar a Globo

A Rede Record convocou a imprensa no início desta semana para anunciar as mudanças que está preparando para sua programação. Sem revelar valores de investimento, o diretor de Programação e Artístico, Marcus Vinícius Chisco, explicou que a meta da emissora é disputar o primeiro lugar de audiência, o que inclui também adotar o processo de digitalização de suas imagens, algo já feito na Globo e em alguns programas da Band. "Para 2001, temos muitos projetos a serem implantados, como por exemplo, a possibilidade de criar um segundo horário de novelas, já que a aceitação de Marcas da Paixão foi muito grande", adianta.Baseada em recentes pesquisas realizadas por seu departamento especializado, a direção da emissora chegou aos nomes das duas mais novas "aquisições" da empresa: Claudete Troiano, que entrou no lugar de Cátia Fonseca no comando do diário Note & Anote, e Adriane Galisteu, que custou aos cofres da emissora uma multa de cerca de R$ 800 mil paga à Rede TV!, onde a loira apresentava o Superpop.De acordo com a diretora de criação da Record, Leonor Corrêa, o programa de Adriane, já batizado de É Show, deverá entrar no ar dia 30, às 21 horas. "Pode ser que essa data ainda mude, por enquanto, é só uma previsão", avisa Leonor, que também será responsável pela atração durante sua fase de implantação.A apresentadora Eliana, namorada do publicitário Roberto Justus (ex-marido de Adriane), é o único nome confirmado na estréia de É Show. "Será para dizimar qualquer tipo de comentário que possa surgir sobre o relacionamento das duas nos bastidores da emissora. Adriane também deverá ir ao programa da Eliana nos próximos dias", explica. O programa de entretenimento será feito ao vivo, com platéia e a possibilidade de viajar para outros estados em breve. O DJ Zé Pedro, lançado por Adriane na Rede TV!, também estará presente no programa, ganhando até mesmo um quadro próprio, chamado de Pratos Limpos. "Ele vai à casa de pessoas famosas ou desconhecidas e almoça com elas. O primeiro será na casa do grupo Fat Family", conta a apresentadora, que fez questão de convidar o DJ para sua atração na Record. "Ele me disse que iria para onde eu fosse", acrescentou Adriane.De olho na audiência - O superintendente de Programação e Artístico Marcus Aragão disse que a emissora também aplicará em equipamentos e mais profissionais para 2001, exigências estas que surgiram nas mesmas pesquisas que apontaram Adriane e Claudete como profissionais com o perfil da Record. "Todos que passaram por aqui, como os profissionais que estão aqui atualmente, deram e continuam dando sua contribuição para transformar a Record numa das melhores emissoras do Brasil", salientou. Novas contratações podem ocorrer em breve, mas nenhum dos diretores confirmou nomes durante a coletiva. "Os convites que são feitos só ocorrem após a realização de uma pesquisa para definir qual é o apresentador ideal para os nossos produtos", ressaltou Chisco, que adiantou que um novo apresentador (ou apresentadora) deverá ser anunciado nos próximos dias para substituir Dalton Vigh (que fará o protagonista da novela Vidas Cruzadas ao lado de Patrícia de Sabrit) no comando de Top TV. "Poderá ser um homem ou uma mulher. Por enquanto, já pensamos em algumas pessoas, como o Raulzito (filho de Raul Gil), Evandro Mesquita, Marcelo Augusto e a Virgínia Nowick". Apesar de os diretores terem negado que novos convites foram feitos, especulações apontam o humorista Chico Anysio e os jornalistas Fernando Vanucci e Mônica Waldwogel como os próximos a assinarem com a emissora de Edir Macedo.Fora do ar - No ar há um ano e meio, o Zapping teve seu final decretado na última semana. A atração será reprisada mais algumas vezes e depois deixará totalmente a grade da emissora. Segundo Aragão, a explicação também é justificada através da pesquisa de perfil. "O Zapping cumpriu sua missão e é um produto de alta qualidade, mas que no momento, não se encaixa mais com o perfil da emissora. Temos a intenção de, no ano que vem, transformar o Zapping num programa diário. Quanto à Virgínia, temos planos para ela", assegura Aragão. Procurada pela reportagem da Agência Estado, Virgínia disse que acreditava que o Zapping ainda poderia ter tido uma "vida útil um pouco maior". "Quando fui sondada pela direção sobre o fim do programa, achei que pudesse acontecer no final do ano. Me surpreendi quando me avisaram que seria algo imediato". Com contrato a vencer em maio de 2001, Virgínia não descarta a possibilidade de "considerar novas propostas". "Estou na época de ouvir novas ofertas de trabalho, seja na Record ou em outra emissora", salientou a morena, que também confirmou que a Band estaria interessada no seu passe.

Agencia Estado,

22 de outubro de 2000 | 17h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.