Record cresce 45% e bate recorde de faturamento

A TV brasileira encerrou o primeiro bimestre com faturamento acima do esperado. Segundo o mercado, o meio cresceu em média 10% em relação ao mesmo período do ano passado, número que impressiona se pensarmos que os dois primeiros meses do ano costumam ser fracos em anunciantes. Mas motivo para comemorar mesmo tem a Record, que bateu seu recorde de faturamento em janeiro/fevereiro. A emissora cresceu cerca de 45% no período, em relação aos dois primeiros meses de 2007.A emissora atribui esse crescimento ao aumento de sua audiência nas quatro faixas horárias da programação. Ainda longe da Globo, a rede pretende faturar este ano cerca de R$ 1,8 bilhão, 25% a mais do que o faturamento de 2007. A ordem é continuar investindo em dramaturgia e na faixa matutina, essa, uma pedra no sapato da Globo.Ainda sobre a Record, Galisteu recebeu sua segunda chance no canal pelas mãos de um diretor do alto escalão, que, em uma conversa de 6 horas, tentou convencê-la a ficar no canal em 2004. Na época, a loira disse que a mãe sonhava em vê-la trabalhando com Silvio Santos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.