Record começa a compensar exibição de suicídio

A Rede Record começou a compensar o fato de ter exibido uma cena de suicídio ao vivo, e de tê-la reexibido no dia seguinte, no programa Cidade Alerta, em abril do ano passado. A emissora vem exibindo vinhetas de cunho social durante o horário comercial, das 7 horas à 0h30. Além disso, já começou a produzir reportagens sobre projetos sociais, justiça e cidadania para o Cidade Alerta. Estas são as obrigações que a emissora assumiu com o Ministério Público Federal para não ser processada pela exibição do suicídio.Apesar de estar cumprindo o acordo com o Ministério Público, a Record não vem exibindo as vinhetas em horário de grande audiência, como o horário do Cidade Alerta. Há 20 dias, as vinhetas aparecem por volta das 7 horas da manhã. Serão quatro vinhetas, e a primeira delas é exatamente sobre suicídio e fala do Centro de Valorização da Vida, o CVV. Entretanto, o Ministério Público ainda não foi notificado da exibição das vinhetas, como fora combinado. Em caso de não cumprimento de todos os termos do acordo, o MP pode processar a emissora, que poderia pagar multa de R$ 1 mil por dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.