Record cobra multa de Ana Maria Braga

A TV Record resolveu recorrer da decisão judicial que isenta a apresentadora Ana Maria Braga de pagar uma multa de R$ 20 milhões por rescisão de contrato. O processo, aberto pela Record em 99 - ano em ela deixou a emissora do bispo Macedo - teve um round a favor da apresentadora em 24 de abril, na 16.ª Vara Cível de São Paulo. A Record alega que a loira rompeu contrato e não pagou a multa. A defesa de Ana argumenta que a apresentadora rescindiu o acordo por justa causa: a emissora estaria lhe devendo, na época, 3 meses de pagamento referente a merchandisings, além de ter contratado outra apresentadora para o seu lugar, sem comunicá-la. Na época, Ana chegou a dizer que a Record lhe devia cerca de R$ 1 milhão e por isso estava deixando a casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.