Record atrasa programação em nome da concorrência

Fiel ao lema "quero-ser-a-Globo", a Record também vem atrasando sua programação de acordo com os passos da concorrência. Isso é velho artifício adotado pelo plim-plim, com reflexo nos canais atingidos, sempre que fatoresexternos ofuscam seus índices. Foi assim com Pantanal, na TVManchete, em 1990, com Éramos Seis, no SBT, em 1993, erecentemente, para poupar Bang Bang, em tese a novela das 7,que agora começa quase 7h30 da noite.Anunciado na grade da Record para o horário das 20h15 -o mesmo do Jornal Nacional - o Jornal da Record entrou no arcom 15 minutos de atraso na sexta-feira. E 15 minutos, em televisão, é, como diz a tribo habituada a fazer TV, uma eternidade.O atraso vem no rastro dos números que Prova de Amor, a novela da Record, tem construído em cima do JN. Como o folhetim vai bem de audiência, a extensão do capítulo mantém o telespectador por mais tempo ligado na Record e retarda a possível troca de canal. Afinal, novela sempre foi mais eficiente na arte de hipnotizar a platéia - ou então a Globo nãomanteria seu noticiário, por tantos anos, entre duas obras do gênero.

Agencia Estado,

06 de fevereiro de 2006 | 10h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.