Record ataca Globo e BNDES

A guerra está no ar e é explícita. Após várias reportagens em jornais impressos da Igreja Universal, a Record resolveu atacar na TV o empréstimo do BNDES para saldar as dívidas das Organizações Globo. Nas chamadas para o Repórter Record de hoje, às 21h45, o texto omite o nome "Globo", mas se refere a "uma das maiores empresas" de comunicação do País enquanto a imagem mostra o logotipo do plim-plim. No programa, a Record mostra detalhes de bastidores dessa negociação e se "solidariza" com os pequenos empresários que, em vão, lutam anos por ajuda financeira do governo. A atração é a nova bomba no fogo cruzado que a Record abriu contra a Globo. A rede de Edir Macedo resolveu atropelar até outros interesses, como a parceria com a concorrente na transmissão de campeonatos de futebol e a meta de obter imagens da Olimpíada de Atenas, cujos direitos, até aqui, são exclusivos da Globo e da Band no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.