Record adere aos dramas mexicanos e lança "Olhar de Mulher"

No mesmo dia e horário anunciados pela Globo para a estréia de Laços de Família, a Record adere à estratégia do SBT e aposta no dramalhão mexicano Olhar de Mulher, para entrar na disputa pela audiência do horário nobre, às 21 horas. O esquema definido pelo diretor de Programação da Record, Marcos Aragão, foi o mesmo utilizado na estréia de Marcas da Paixão, programada para ir ao ar no mesmo dia em que a Globo exibiu o primeiro capítulo de Uga-Uga. Produzida pela TV Azteca Olhar de Mulher (que no México se chama Mirada de Mujer) tem 120 capítulos. Para que a novela fosse exibida às 21 horas, a emissora teve de rever sua grade de programação e fazer algumas alterações. O humorístico Escolinha do Barulho, que já mudou várias vezes de horário, passou para às 21h45, e Ed Banana, que será reformulado antes de voltar ao ar, deverá ficar somente com as noites de sábado. Na verdade, com a exibição de Olhar de Mulher, a Record pretende acostumar seu público a um segundo horário de novela. De acordo com o departamento de Divulgação da emissora, a intenção é produzir um outro folhetim para o horário nobre, além de continuar mantendo a novela das 20h15 no ar.Novela feminina - Apesar de ter sido escrita e dirigida por homens (Bernardo Romero e Antonio Serrano, respectivamente), a história da novela foi conduzida sob a ótica feminina. O enredo da trama inspirou a emissora a exibir várias chamadas por dia ressaltando que Olhar de Mulher é uma novela "proibida para homens". Trata-se da história de Maria Inês (Angélica Arágon), uma mulher de meia idade que reavalia sua própria vida e enfrenta uma grave crise que pode acabar com seu casamento. O marido Ignácio (Fernando Luján), com quem vive há 27 anos, é amante de Daniela (Martha Mariana Castro) e há muito tempo despreza a esposa. Desamparada e criticada até mesmo por sua mãe, Mamalena (Ebangelina Elizondo), Maria Inês busca na amiga Paulina (Margarita Gralia) consolo para seus problemas. Com o passar do tempo, Maria Inês começa a perceber que seu amigo, o escritor Alejandro Salas (Ari Telch), é o homem com quem sempre sonhou. Apaixonado há muitos anos por ela, Alejandro a fará sentir-se novamente mulher, dando-lhe forças para a tão esperada volta por cima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.