Reciclador e grafiteiro são concorrentes

O favoritismo de Trabalho Interno na categoria de documentário no Oscar não é contestado pela maioria, mas há quem aponte rivais à altura. A começar por Lixo Extraordinário, que a Academia de Hollywood credita oficialmente como dirigido por Lucy Walker apesar de mais da metade das imagens editadas ter sido rodada pelo brasileiro João Jardim. As boas chances do filme vêm de seu conteúdo, ou seja, como a intervenção de um artista plástico (no caso, Vik Muniz) em um depósito de lixo permite tanto a criação de obras artísticas como a possibilidade de ascensão dos trabalhadores locais. É o caso de Tião Santos (foto), que deverá acompanhar pessoalmente a cerimônia de entrega do Oscar no Kodak Theatre, em Los Angeles, no domingo.

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2011 | 00h00

Crescendo na cotação, o provocativo Exit Through the Gift Shop ganhou atenção nas últimas semanas. Trata-se do documentário sobre o grafiteiro britânico Banksy, que ganhou notoriedade por espalhar mensagens (a maioria de cunho político) em grafites feitos em muros ingleses. A atenção sobre o documentário, no entanto, parece ser uma ação de sua produtora, pois Los Angeles recebeu, na semana passada, uma série de grafites que se parecem com as obras de Banksy - alguns, aliás, constam no portfólio que o artista fez na internet.

E não seria surpresa se a estatueta dourada ficasse com Restrepo, de Tim Hetherington e Sebastian Junger, sobre o cotidiano de um posto norte-americano no Afeganistão (considerado um dos mais perigosos) que tem esse nome em homenagem ao soldado Juan Restrepo.

O filme é experimental, sem entrevistas com oficiais graduados e totalmente rodado no vale, impondo ao espectador a incômoda sensação de viver uma guerra. Faturou o prêmio de melhor documentário em Sundance.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.