Divulgação
Divulgação

Realmente, 'todos amam Dexter'

O serial killer mais querido do mundo vai ao ar na Rede TV!, nesta segunda-feira, às 22h

Etienne Jacintho, O Estado de S. Paulo

06 de dezembro de 2010 | 07h00

Como defende a campanha publicitária mundial, todos amam Dexter. O serial killer mais adorado da TV paga poderá ser visto também em canal aberto. A RedeTV! põe Dexter no ar nesta segunda-feira, às 22h50, em sua faixa semanal destinada às séries. Dexter está no ar também no canal pago FX, que exibe, nesta quinta-feira, às 22 horas, o episódio que encerra o 4.º ano da série. Já o Liv, também na TV paga, pretende lançar o título em fevereiro do ano que vem.

A RedeTV!, que já exibiu a extinta Three Rivers, comprou ainda outros títulos da rede americana CBS: The Defenders, Blue Bloods e Hawaii Five-0, que só poderão entrar na programação do canal a partir de março de 2011.

"Temos as três primeiras temporadas de Dexter", conta a superintendente Artística da RedeTV!, Mônica Pimentel. "Vamos analisar os resultados e não descartamos a possibilidade de comprar as próximas temporadas. Mas ainda é prematuro falar disso." A estratégia da RedeTV! é consolidar, com Dexter, essa faixa de séries, toda segunda-feira, às 22h50. "Estamos em um projeto de diversificação de gêneros, pois queremos oferecer um cardápio variado para atender a diferentes públicos", afirma Mônica. "Série é tendência e faltava na nossa programação."

A RedeTV! exibiu, sem muito sucesso, Desperate Housewives. Depois, fez a versão nacional da série, que também não foi bem. Desta vez, a emissora conta com o alto ibope da atração que antecede Dexter, o policial Operação de Risco, para ter sorte. "Queremos alavancar mais nossa audiência de segunda-feira, que já triplicou em ibope", fala Mônica. Dexter vai ao ar às 22h50 também para não bater com a faixa de séries da Record. "A RedeTV! é alternativa. Não colocaríamos a série no horário de CSI."

1ª temporada

O primeiro episódio de Dexter apresenta ao público Dexter Morgan (Michael C. Hall), um aparentemente pacato analista de sangue que trabalha com a polícia de Miami, junto com sua irmã, a policial Debra Morgan (Jennifer Carpenter). Dexter foi adotado, quando criança, pelo pai de Debra, o também policial Harry, que logo percebeu, no filho adotivo, uma tendência homicida.

Para controlar os impulsos do psicopata, Harry ensinou a ele um código de conduta para matar somente criminosos e encobrir quaisquer pistas para evitar ser pego. Dexter se torna, então, um justiceiro com o disfarce perfeito: trabalho na polícia e uma família. Sim, o serial killer começa o relacionamento com Rita (Julie Benz), mãe de dois filhos.

No decorrer da temporada, Dexter encara o passado sangrento, enquanto tenta entender as relações humanas, ao conviver com seus colegas, sua irmã e sua nova família, sem despertar suspeitas. No trabalho, Dexter se envolve na investigação de um outro serial killer, conhecido como o Assassino do caminhão de gelo, que parece ter uma questão pessoal pendente com o anti-herói.

4ª temporada

Nos EUA, Dexter finaliza seu 5.º ano já na próxima semana, mas o FX somente agora exibe o episódio que encerra o 4.º ano. O capítulo The Getaway mostra o desfecho do embate entre Dexter e o chamado Assassino da Trindade, Arthur Mitchell – o ator John Lithgow, premiado com o Emmy por este papel. O fim é sangrento!

Em DVD

A 3ª temporada de Dexter mostrou uma lista grande de mortes causadas por três diferentes assassinos: o Esfolador – alvo das investigações da polícia de Miami –, Miguel Prado (Jimmy Smits, em participação especial) e o próprio Dexter. No box que a Paramount acaba de lançar, um dos extras traz um game para o espectador lembrar quem matou quem e mostra entrevistas com o elenco principal. Como na 3ª temporada Rita descobre que está grávida, as conversas giram em torno da nova condição na vida do serial killer: a paternidade.

A Paramount lança ainda uma caixa com as três primeiras temporadas da série. O disco bônus do 1º ano é o mais interessante, pois desvenda o trabalho dos analistas forenses de sangue da vida real. Um desses técnicos explica as diferenças entre os padrões de manchas de sangue que podem ser encontradas em cenas de crime e a reconstituição de um assassinato de verdade mostra aos espectadores como um bandido pode ser condenado baseado nesta análise.

Já o material especial do 2º ano contém, além de entrevistas com o elenco principal, um papo com dois personagens importantes da temporada: Erik King, o sargento Doakes, e Keith Carradine, o agente especial Lundy, do FBI.

Box da 3ª temporada: R$ 59,90

Box das temporadas 1, 2 e 3: R$ 129,90

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.