Reality shows americanos buscam doentes e infelizes

Doenças graves, infelicidade no casamento, baixa auto-estima: estes são alguns dos pré-requisitos que candidatos a participar de reality shows americanos devem apresentar para "trabalharem" em algumas emissoras americanas que, em troca, oferecem fama e dinheiro. "Estamos interessados em candidatos em potencial que desejem se submeter aos seguintes procedimentos (na televisão): (...) transplante de córnea, implante coclear, (...) cirurgia crâneo-facial", escreve o alerta para Miracle Workers, "reality show" da rede ABC. O programa Extreme Makeover, da ABC, busca candidatos que precisam de próteses, sejam sobreviventes de um câncer ou mulheres cujos maridos as tenham trocado por outras mais belas. Também podem se candidatar casais que estejam "a ponto de se casar e queiram mudar sua aparência física através da cirurgia". O prêmio? Um casamento em um dos programas mais assistidos da televisão e uma recauchutagem geral. A rede NBC abre a oportunidade a mães que queiram competir ao lado dos filhos de 18 anos em Mother/Son Fear Factor ou casais separados ou ex-namorados a participar de Ex´s Fear Factor, ambos programas derivados do popular Fear Factor. O prêmio: 50 mil dólares. "Se você é um homem heterossexual, maior de 18 anos, que mora em Nova York ou Los Angeles e seu estilo de vida deve ser melhorado (...)", você pode participar do programa Queer eye for the straight guy, da NBC. Nele, os "fab five", cinco homens homossexuais, darão ao candidato heterossexual um novo visual, dando a ele lições sobre assuntos diversos como produtos para o cabelo, a história da grife Prada, a decoração Feng Shui e filmes estrangeiros. A lista de ofertas é interminável e os lucros podem ser tentadores para todos aqueles que querem dar uma reviravolta em suas vidas. A idéia de participar de programas de televisão que alcançam os picos máximos de audiência não é nada desprezível para os americanos ávidos de, pelo menos, alguns minutos de fama. Na semana passada, o programa Extreme Makeover alcançou um pico de audiência de 11,7 milhões de telespectadores, colocando-o como o segundo programa mais visto da televisão americana. Segundo um estudo que será publicado na próxima edição da revista Journal of Consumer Research, a fascinação dos americanos pelos ´reality show´ se deve a que os participantes são pessoas reais que podem ser eles próprios ou o seu vizinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.