Raul Gil renova contrato e ganha atração dominical

Raul Gil fica na Record - e ganhando um dos maiores salários da casa. Nesta quinta, o apresentador renovou com a emissora assinando um contrato milionário com vencimentos em torno de R$ 200 mil por mês, sem contar as inserções publicitárias no programa. Com o merchandising, Raul poderá colocar no chapéu uns R$ 400 mil a cada mês. Com este aumento, Raul Gil alcançou o patamar de Eliana, que recebe em torno de R$ 250 mil por mês. Fora também o merchandising.O salário não foi o único a subir na renovação na Record. O prestígio também foi às alturas. Em março do ano que vem, Raul deverá estrear um programa com duas horas de duração no fim da tarde de domingo. A estratégia da emissora é bater de frente com Gugu, do SBT, e Faustão, da Globo. O apresentador ainda deverá conciliar o dominical com sua tradicional atração dos sábados.Banquinho garantido - O novo programa ainda não tem nome, mas sabe-se que conterá os trunfos seculares do apresentador: o jogo do banquinho e o quadro do chapéu. "Eles dão picos de audiência. Os calouros, que também fazem sucesso, continuam no sábado", revela um produtor do programa.A liderança das tardes de sábado foi um dos principais fatores que elevou Raul Gil ao olimpo da Record. O apresentador mantém-se invencível no Ibope há 11 semanas, batendo até mesmo jogos de futebol. Seu programa tem alcançado uma média de 15 pontos, contra 12 do Caldeirão, da Rede Globo.Apesar do trabalho em dobro, a equipe permanecerá a mesma. No total, serão nove pessoas para produzir as duas atrações. "Esperamos bater na Globo e no SBT. Dar a mesma ´surra´ que o Luciano Huck leva todos os sábados. Mesmo com a equipe de 50 pessoas do Caldeirão e toda a estrutura da Vênus platinada", diz o produtor.

Agencia Estado,

19 de outubro de 2001 | 10h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.