Ratinho terá que pagar indenização de R$ 1,97 mi

O apresentador Carlos Massa, o Ratinho, foi condenado hoje a pagar indenização de R$ 1,97 milhão ao juiz Luiz Beethoven Giffone Ferreira. O motivo da condenação é a reparação de ofensas morais que Ratinho dirigiu a Giffone, em seu programa de 19 de outubro de 1999. No programa, referindo-se a supostas irregularidades em processos de adoção de crianças enquanto Giffone era juiz da Vara de Família em Jundiaí, o apresentador chamou o juiz de "vagabundo", e que ele acabaria no "xilindró". Em dezembro do ano passado, o Tribunal de Justiça absolveu o juiz Giffone Ferreira, conlcuindo que ele não praticou qualquer irregularidade nos processos de adoção criticados por Ratinho. O valor da indenização a ser paga pelo apresentador foi fixado pelo juiz que julgou o processo contra ele, Sang Dunk Kim. Ele decidiu o valor pelo seguinte cálculo: arbitrou uma idenização de R$ 10 mil por cada segundo de ofensa proferida por Ratinho. Como ele passou 197 segundos ofendendo o juiz Giffone Ferreira, vai pagar R$ 1,97 milhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.