Fabrice Coffrini / AFP / CP
Fabrice Coffrini / AFP / CP

Raro diamante rosa é vendido por US$ 26,6 milhões em Genebra

'Espírito da Rosa', como é chamado, o item é o maior de sua categoria a ser leiloado

AP, O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2020 | 08h27

Uma rara joia rosa, obtida a partir do maior diamante bruto rosa já encontrado na Rússia, foi vendida por 26,6 milhões de dólares (incluindo encargos) durante um leilão em Genebra organizado pela Sotheby's.

Batizado de "Espírito da Rosa" em referência ao famoso balé russo, este diamante de 14,83 quilates, do tamanho de uma bola de gude, é o maior de sua categoria a ser leiloado.

Em minutos, o diamante foi vendido por 21 milhões de francos suíços (26,6 milhões de dólares). Um recorde para um diamante rosa-púrpura, segundo o comissário Benoit Repellin, diretor de vendas de alta joalheria na casa de leilões britânica em Genebra, Suíça.

Antes da venda, a expectativa era leiloá-lo por um preço entre 23 milhões e 38 milhões de dólares. O comprador optou pelo anonimato e participou por telefone.

Repellin se gabou de que o diamante "completamente puro" era excepcional por seu tamanho e cor, em declarações à AFP. A joia também se destaca por sua origem, já que foi extraída de um diamante bruto de 27,85 quilates, o maior já encontrado na Rússia.

Os diamantes cor-de-rosa são os menos comuns e os mais desejados no mercado mundial. O recorde histórico do leilão de um diamante rosa foi estabelecido em Hong Kong em 2017 com a venda do CTF Star Pink por 71,2 milhões de dólares.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Sotheby's

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.