Rapper Sean Kingston se apresenta no Via Funchal

Fenômeno de vendas, o jovem de 18 anos é considerado uma das maiores revelações do hip hop em 2007

Agência Estado,

19 de março de 2008 | 09h28

O cantor americano Sean Kingston se apresenta nesta quarta-feira, 19, em São Paulo, na Via Funchal, em sua primeira visita ao Brasil. Fenômeno de vendas e com suas músicas tocadas incansavelmente nas rádios, Kingston, de apenas 18 anos completados no dia 3 de fevereiro, é considerado uma das maiores revelações do hip hop em 2007. Nascido em Miami, na Flórida, e criado na capital da Jamaica, Kingston - daí seu sobrenome artístico - Sean está fazendo um enorme sucesso junto à platéia adolescente.Com influências musicais americanas e também jamaicanas, o garoto chama a atenção do público e da mídia por apresentar uma sonoridade nova ao hip hop. Ele acrescentou à sua música elementos de doo woop (que se caracteriza por bem elaboradas vocalizações), reggae (fruto de sua origem jamaicana) e pop. O resultado é um som harmônico, cheio de vocalizações e ritmicamente rico.Neto do produtor jamaicano Jack Ruby, Sean Kingston conquistou o público com o single Beautiful Girls e um dos atrativos da canção é trazer um sample de Stand By Me, clássico da soul music lançado por Ben E. King em 1964.Tudo aconteceu muito rápido em sua carreira e o sucesso veio por meio do site MySpace. Por lá, Sean entrou em contato com o produtor J.R. Rotem. Ele, por sua vez, gostou da proposta e chamou o garoto para o cast da gravadora Beluga Heights, subsidiária da Epic, que por sua vez pertence à Sony BMG.O som de Sean Kingston é forte, vigoroso e confessional. Seu álbum de estréia foi lançado pela Sony BMG e apresenta, além de Beautiful Girl, as canções Me love, Got no Shorty, I Can Fell It e Take You There. Há ainda Dry Your Eyes, que fala sobre a prisão de sua mãe, quando o cantor tinha apenas 14 anos. No single Me Love, Kingston segue a mesma técnica utilizada em Beautiful Girls e utiliza no refrão samples da canção de Led Zeppelin, D''yer Maker. Suas influências, portanto, não se restringem apenas aos ritmos jamaicanos e ele faz uma agradável mistura com referências de rap e r&b americanos. As informações são do Jornal da TardeSean Kingston - Hoje, às 21h30. Via Funchal (Rua Funchal, 65, em São Paulo). Preço: R$120 (pista). Ingressos para mezanino e camarotes esgotados.

Tudo o que sabemos sobre:
Sean Kingston

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.