Rancho pop

Presa fácil dos tabloides, John Mayer se viu encrencado por diversas vezes nos últimos anos. Virou persona non grata. Até a musa country Taylor Swift gastou uns versos para se vingar do relapso garotão, seu ex-amante. Com a reputação à beira do colapso, o músico teve de enfrentar outra barra: um granuloma nas cordas vocais. Um risco que o colocou em retiro obrigatório. Ainda que Born and Raised já viesse sendo gravado antes da terrível notícia, é fato que as novas canções já refletem um Mayer mais adulto e "preocupado". No plano sonoro, a regressão campestre tirou por completo evocações mais roqueiras de outros discos, quando até Hendrix se fazia presente. Desta vez, é o violão límpido que amplifica as origens folk do astro. Nesse misto de redenção e fuga da cidade, o habilidoso guitarrista desfila baladas convincentes. Shadows Days é o caso exemplar, cultivada em barris de clichês autoindulgentes. A imersão setentista ainda permitiu obviedades mais assertivas, como a participação de David Crosby e Graham Nash na faixa-título. Não se engane: o estilo country, a bota e o chapéu são apenas penduricalhos para um especialista em manejar a estrutura pop.

EMANUEL BOMFIM, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2012 | 03h08

JOHN MAYER

BORN AND RAISED

Selo: Sony/BMG

Preço: R$ 25

BOM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.