JF DIORIO/ESTADÃO
JF DIORIO/ESTADÃO

Radialista Paulo Barboza morre aos 73 anos

Com mais de 50 anos de carreira no rádio brasileiro, o jornalista e publicitário sofreu um enfarte fulminante

O Estado de S. Paulo

16 Abril 2018 | 08h56

O radialista Paulo Barboza morreu nesta segunda-feira, 16, aos 73 anos, em São Paulo. Ele teve um enfarte fulminante. Segundo informações da família, o velório ocorre das 9h às 17h no cemitério Horto da Paz, em Itapecerica, na Grande São Paulo.

Desde janeiro de 2017, ele comandava um programa matinal na SuperRádio 1150 AM.

Barboza começou sua carreira no Rio de Janeiro e passou pelas rádios Globo, Record, América, Tupi e Capital.

Ele também era convidado frequente de programas de TV — entre 2007 e 2013, foi jurado do Troféu Imprensa, no SBT.

Mais conteúdo sobre:
rádio televisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.