Quadro de Pollock bate novo recorde no mercado de arte

O quadro Number 5, 1948, do pintor Jackson Pollock, marcou um novo recorde no mercado da arte, ao ser vendido por US$ 140 milhões, segundo publicou na quinta-feira o New York Times. A transação, no entanto, não foi confirmada pelo suposto vendedor, o magnata de Hollywood David Geffen, nem pelo comprador, o investidor mexicano David Martínez. Number 5, 1948 é uma obra de grandes dimensões - mede 1,3 por 2,6 metros - na qual predominam os tons ocres e amarelos. Antes de Geffen, o quadro havia pertencido a Alfonso A. Osorio, pintor de East Hampton, e conhecido colecionador de Pollock, e a S.I Newhouse Jr., um magnata do mercado editorial. Caso a venda seja confirmada, a obra de Pollock - morto em 1956, aos 44 anos, e considerado o principal representante do movimento abstrato nos EUA - ultrapassaria Adele Bloch-Bauer II, de Gustav Klimt, como o quadro mais caro já vendido no mercado da arte. Adele Bloch-Bauer II foi vendido em junho por US$ 135 milhões ao empresário Ronald S. Lauder para a Galeria Neue, de sua propriedade, especializada em arte austríaca e centro-européia. O novo recorde é registrado às vésperas dos tradicionais leilões de arte impressionista, moderna e contemporânea das casas nova-iorquinas Christie´s e Sotheby´s. Entre os quadros que serão leiloados, destacam-se Homem com Machado, de Paul Gauguin; um auto-retrato de Andy Warhol, e um retrato de Ángel Fernández de Soto, amigo de Pablo Picasso, que espera-se que seja vendido por um valor entre US$ 40 milhões e US$ 60 milhões.

Agencia Estado,

03 Novembro 2006 | 11h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.