Putin impede comércio de artefatos da II Guerra

O presidente da Russia, Vladimir Putin, aprovou hoje a polêmica lei que torna as obras de arte roubadas da Alemanha e de outros países do Eixo durante a II Guerra Mundial patrimônio nacional de seu país. O parlamento russo ratificou a lei - que a Alemanha considera contraria às definições do direito internacional - em 26 de Abril. Porém, no final do mês passado os países negociaram obras de arte. A Alemanha devolveu a San Petesburgo duas peças da Sala de Ambar e a Russia permitiu o envio de 101 desenhos de Kunsthalle e de Bremem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.