AP Photo/Alexei Druzhinin/Sputnik
AP Photo/Alexei Druzhinin/Sputnik

Putin concede cidadania russa ao ator americano Steven Seagal

O ator de 64 anos é um admirador declarado do presidente da Rússia, a quem descreveu como "um de maiores líderes mundiais"

EFE, O Estado de S. Paulo

03 de novembro de 2016 | 12h05

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, concedeu a cidadania russa ao especialista em artes marciais, músico ator e produtor de cinema americano Steven Seagal, informou nesta quinta-feira o Kremlin. 

Seagal, de 64 anos, é um admirador declarado de Putin, a quem descreveu como "um de maiores líderes mundiais".

O ator, que também tem cidadania sérvia, respaldou publicamente a postura da Rússia na crise ucraniana e a anexação da península da Crimeia. 

Em agosto de 2014, Seagal ofereceu um concerto em Sebastopol, porto crimeano onde tem sua base a Frota russa do Mar Negro.

Durante sua apresentação musical, o americano fez um pausa para colocar uma camiseta com a imagem de Putin.

O presidente russo, que é um grande amador das artes marciais, se reuniu em várias ocasiões com Seagal, e no ano passado o ator americano foi convidado para a parada militar na Praça Vermelha de Moscou com a qual foi celebrado o 70º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista.

Seagal se soma a outros famosos estrangeiros que nos últimos anos receberam a cidadania russa por decreto de Putin, como o ator francês Gérard Depardieu e o boxeador americano Roy Jones Jr., que foi campeão mundial em quatro categorias diferentes. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.