Purpurina e animações

Luzes, dança e cores para despertar a atenção do público

O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2013 | 02h08

1 - Na dupla de dançarinos, coreografada pela veterana Lynne Page traz o movimento que falta às estáticas recriações musicais do Pet Shop Boys. Vestem máscaras como um crânio de boi que ganhou: fantásticos ou ridículos, dependendo do ponto de vista.

2 - Nas animações, como um vão vertical computadorizado que se abre para apresentar a dupla - são essenciais para fomentar o interesse do público pela apresentação.

Leia Também

Garotos dourados

3 - Nos figurinos - entre os mais interessantes, há um capacete de globo de discoteca, e outro em formato de cone. Em determinado momento, Neil Tennant e Chris Lowe vestem uma cama vertical, e cantam deitados, como se estivessem prontos para dormir.

4 - No show de laser, assim como na explosão de confete néon que ocorre ao final do show - ambos adicionam à purpurina de um show estático, que compensa com os hits.

Tudo o que sabemos sobre:
Pet Shop Boys

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.