Puro veneno na passarela de Ricardo Almeida

Ricardo Almeida deu o start ao SPFW, edição de inverno 2004, soltando os bichos ? e os gatos ? na passarela. Com uma proposta mais abusado do que de costume, o estilista do presidente abusou dos ternos risca de giz, deixou a silhueta das calças mais curtas e justas (como será que Lula ficaria em uma dessas, hein?) e adotou o couro como novidade para os sobretudos. Também jogou coletes por cima de camisas black jeans e de pulls de lã. Mas o bacana mesmo foi poder ver na passarela um desfile de beldades masculinas difícil de reunir. O ?nosso? galã predileto ? Rodrigo Santoro ? participou do show, com look de arrancar gritinhos da platéia, barba por fazer, cabelos lisos ao natural (e não com a chapinha forçada que arrepiou os cabelos dos outros modelos). Também teve RJ, o eslovaco Ronald Rogenski, número 1 do mundo pelo models.com. Quer mais? Tinha ainda Bruno Santos, o brasileiro melhor colocado no ranking do models.com, quinto lugar o fofo. Aliás, de tão parecido com Santoro, os dois encerraram juntos a apresentação, em uma versão branco total da proposta de Ricardo Almeida. Atenção, muita atenção para os xales, que estiveram como jogo de cena em quase todos as entradas. Os bichos? Um doberman, que pertence ao estilista, deu pinta na passarela. E uma cobra fez as vezes de echarpe. O inverno de R.A foi puro veneno.Veja galeria do SPFW

Agencia Estado,

28 de janeiro de 2004 | 15h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.