Imagem Fábio Porchat
Colunista
Fábio Porchat
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Psicóloga

PSICÓLOGA - Olá.

FÁBIO PORCHAT, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2013 | 02h06

PACIENTE - Oi, tudo bem?

PSICÓLOGA - Não sei. Está tudo bem?

PACIENTE - Eu acho que sim. Por que, não tá tudo bem?

PSICÓLOGA - Negação... Ok.

PACIENTE - Negação do quê? Como assim?

PSICÓLOGA - O que mais você trouxe pra gente?

PACIENTE - Eu não trouxe nada. Que papo é esse?

PSICÓLOGA - Eu é que te pergunto. Que papo é esse?

PACIENTE - Doutora...

PSICÓLOGA - Ana Lucia.

PACIENTE - Ana Lucia,...

PSICÓLOGA - Doutora Ana Lucia.

PACIENTE - Doutora Ana Lucia...

PSICÓLOGA - Oi...

PACIENTE - Olha, eu só vim aqui pra dizer que eu desmarquei todas as minhas consultas e que eu não vou voltar nunca mais aqui.

PSICÓLOGA - Legal... Fuga.

PACIENTE - Não, não é fuga não.

PSICÓLOGA - Negação e fuga, bacana essa dualidade.

PACIENTE - Que dualidade? Doutora...

PSICÓLOGA - Ana Lucia.

PACIENTE - Ana Lucia...

PSICÓLOGA - Doutora Ana Lucia.

PACIENTE - Doutora Ana Lucia!

PSICÓLOGA - Oi...

PACIENTE - A senhora ouviu o que eu falei? Eu estou indo embora.

PSICÓLOGA - Vamos entender um pouquinho isso?

PACIENTE - Não tem que entender nada. Eu só não suporto mais a senhora deduzindo tudo o que eu penso.

PSICÓLOGA - Raiva... Que mais?

PACIENTE - Tá vendo. É isso, exatamente isso.

PSICÓLOGA - Aceitação! Quer dizer, agora temos outra dualidade. Raiva e fuga. Demos o primeiro passo. O fim da negação.

PACIENTE - Não tem como a senhora entender que eu estou bem?

PSICÓLOGA - Ótimo, acabamos de dar o segundo passo, o fim da raiva.

PACIENTE - Eu não estou com raiva!!!

PSICÓLOGA - Voltamos à estaca zero, de novo com os três sentimentos.

PACIENTE - Ahhhh!!!!!!!

PSICÓLOGA - Hum, hum. Que mais?

PACIENTE - Doutora...

PSICÓLOGA - Ana Lucia.

PACIENTE - Ana Lucia...

PSICÓLOGA - Doutora Ana Lucia.

PACIENTE - Por que a senhora faz isso comigo...

PSICÓLOGA - Por quê? Essa palavrinha tão mágica e tão poderosa.

PACIENTE - Para!!!!!

PSICÓLOGA - O que te para? O que te freia? O que te dá limites? Você!

PACIENTE - O que é que tem?

PSICÓLOGA - Você tem?

PACIENTE - Eu tenho o quê?

PSICÓLOGA - O que você tem?

PACIENTE - Eu não tenho nada.

PSICÓLOGA - Você já teve tudo?

PACIENTE - Eu nem sei o que é que a senhora quer que eu tenha.

PSICÓLOGA - O que você quer ter?

PACIENTE - Eu quero sair daqui, ir embora, fugir daqui.

PSICÓLOGA - Olha aí, fuga. Que tava lá no início da sessão.

PACIENTE - Ah!!!!! Eu vou te matar!!!!

PSICÓLOGA - Vamos cavar mais a fundo esse sentimento?

PACIENTE - Chega!!!

PSICÓLOGA - Exatamente. Chega. Deu seu tempo.

PACIENTE - Como?

PSICÓLOGA - Deu seu tempo. Semana que vem?

PACIENTE - Semana que vem.

PSICÓLOGA - Até lá.

Tudo o que sabemos sobre:
Fábio Porchat

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.