DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Próxima novela das 9 da Globo retoma aposta no folhetim

De Maria Adelaide Amaral e Vincent Villares, 'A Lei do Amor' estreia em 3 de outubro

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

01 de agosto de 2016 | 02h00

Nem o ritmo seriado de João Emanuel Carneiro nem a caixa cênica de Amora Mautner nem a poesia barroca de Luiz Fernando Carvalho: a próxima novela das 9 foge de qualquer outra pretensão que não seja a mais clássica engenharia do folhetim. De Maria Adelaide Amaral e Vincent Villares, A Lei do Amor trata o amor como lei máxima da vida. O enredo começa nos anos 1990, quando o casal de mocinhos – ele, muito rico e ela, de posses modestas – é separado por uma série de armações. Nesses papéis, batizados como Pedro e Helô, estão Chay Suede e Isabelle Drummond, que 20 anos depois, serão Reynaldo Gianecchini e Cláudia Abreu – e ela volta a ser Helô, nome de uma de suas personagens mais emblemáticas, em Anos Rebeldes (1992). Agora, a mãe de Helô sofre de doença terminal. O pai, Jorge (Daniel Ribeiro) é demitido por Fausto Leitão (Tarcísio Meira), inescrupuloso empresário de tecelagem e pai de Pedro. Desesperado, Jorge tenta assaltar a fábrica, é preso e morre na prisão. Vera Holtz, madrasta de Pedro, consegue separá-lo de Helô. Desiludido, o moço vai viver em seu veleiro, fora do País, e volta 20 anos depois, quando encontra Helô casada, com dois filhos.

No elenco, Cláudia Raia, José Mayer, Thiago Lacerda, Camila Morgado, Grazi Massafera, Tuca Andrada, Humberto Carrão, Ana Rosa, Mila Moreira, Otávio Augusto, Isabella Santoni, Alice Wegmann, Maria Flor, Pierre Baitelli, Ricardo Tozzi, Regiane Alves, Heloísa Perissé, Emanuelle Araújo, Danilo Granghéia e Denise Fraga, em participação especialíssima na 1ª fase, que tem 4,5 capítulos. A direção artística é de Denise Saraceni. Estreia em 3/10.

 

Doida demais. Convidada da última edição do revival do TV Mulher no canal Viva, Fernanda Torres conversa com Theodoro Cochrane sobre Fátima, de Tapas & Beijos, e Vani – lá se vão 15 anos de Os Normais. “A Vani e o Rui são muito únicos”, ela avalia. No ar às 22h30.

Filmes de Francis Ford Coppola, Louis Malle e Luc Besson, concertos com o maestro Daniel Baremboim e o violoncelista Yo-Yo Ma, documentários sobre o estilista Karl Lagerfeld, o escultor Anish Kapoor e o arquiteto Oscar Niemeyer: essa lista faz parte do pacote que irá ao ar durante o período olímpico, a contar desta sexta – no Canal Arte 1, claro.

Já no ritmo olímpico, a HBO apresenta hoje, às 21h, episódio especial de A Vaga, série que retrata a Via Crucis percorrida por um atleta até conquistar vaga para uma olimpíada. No episódio do dia, finalmente, conheceremos quem estará no páreo.

Produzido pela O2 Filmes, o documentário retrata vôlei de praia feminino, ginástica artística masculina, boxe masculino e judô masculino.

'Velho Chico’ será sacrificada nesta sexta. A grade terá Êta Mundo Bom! (17h05), SPTV 2 (17h50), Haja Coração (18h07) e Jornal Nacional (19h). A Olimpíada vai das 20h às 23h28, quando começa o Jornal da Globo. 

2,7 milhões de tweets e 65 mil pessoas  fazem a marca do ‘MTV Hits’ ao longo de um ano frequentando os Trending Topics. O ápice foi o aniversário de Justin Bieber, com  110 mil tweets

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.