Progresso do SBT endossa que o controle remoto ainda é da criança

A direção da Globo considera que a derrota do Encontro com Fátima Bernardes no Ibope não se deve ao programa em si, que fez uma clara opção pelo público adulto, em detrimento do infantil. Tanto assim, que a nova atração vem subtraindo audiência justamente da Record, que caminha no mesmo nicho no horário. A perda de números é para o SBT e diz respeito à mudança repentina de um hábito cultivado há décadas no horário da manhã: o menu para crianças. Assim, não há reformas no conceito do Encontro, por enquanto. Se quisesse apenas reverter a migração de ibope para o SBT no momento, a Globo teria de resgatar o conteúdo infantil, e não remexer na revista pela qual optou.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2012 | 03h12

Cenário e iluminação do Encontro com Fátima Bernardes foram testados à exaustão antes da estreia e seguem de acordo com os planos. "Encontro é um programa diário e tem diversos formatos dentro dele", explica à coluna o diretor de núcleo responsável pelo programa, Maurício Farias. "Não são três ou quatro dias no ar que definirão o seu curso. Nós ainda temos muitas novidades para apresentar."

A Globo fez as mais avançadas e detalhadas pesquisas de público antes de embarcar na extinção completa da programação infantil nas manhãs de segunda a sexta-feira. Considerou que o crescimento da TV paga, onde a oferta é muito maior para esse público, e a expansão na venda de televisores já não fazem da criança a dona absoluta do controle remoto da casa. Sim, os pequenos já mandaram mais no zapping, mas ainda estão longe de fazer a indiferença na migração de audiência da TV aberta.

Gilberto Braga assina o prefácio de Crimes no Horário Nobre – uma biografia de Silvio de Abreu, assinada por Raphael Scire. O livro é um retrato da obra do autor, do cinema à TV, com foco em suas 14 novelas: 34 pessoas foram ouvidas, entre atores, diretores e autores.

Camila Pitanga se refere a Kamy, ou Adriano Kamizaki, como "o novo integrante do Clube da Esquina" no Som Brasil que a Globo exibe na madrugada a seguir, em tributo ao movimento criado nos anos 60 e que nos trouxe Milton Nascimento, Lô Borges e cia. O rapaz, óbvio, é mineiro. De Três Pontas.

Ivete Sangalo gravou o TV Xuxa com a loira para o Dia do Amigo. Atestou lá sua amizade, em cena que vai ao ar em 21 de julho, registrada bem antes que a cantora baiana se internasse no cenário do Bataclan como a Maria Machadão da nova Gabriela.

Os 50 anos de carreira de Regina Duarte serão enfatizados para a estreia de mais uma reprise da minissérie Chiquinha Gonzaga no canal Viva. Dirigida por Jayme Monjardim, com texto de Lauro César Muniz, começa segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.