Programa Metrópolis da TV Cultura pode virar semanal

O programa Metrópolis, da TV Cultura, completou 18 anos, no dia 4, com grandes chances de passar de diário para semanal. Quem confirma essa informação é o próprio diretor do programa, Hélio Goldsztejn. "Mas haverá edições diárias, mais curtas, enquanto o programa semanal deverá ter uma hora de duração." Segundo ele, essa mudança se atribui unicamente a uma reforma na grade, que vai se estender para o restante da programação da Cultura. Goldsztejn ainda não sabe ao certo como serão planejadas as edições diárias e a semanal do Metrópolis, mas acredita que esta última será mais elaborada. Hoje, será realizada uma festa no próprio estúdio da Cultura para comemorar a maioridade do programa, com transmissão ao vivo a partir das 21h40. É esperada a presença de artistas plásticos, cantores, atores, jornalistas e pessoas ligadas ao cenário cultural. Além disso, haverá a participação dos grupos Barão Vermelho, Funk como le Gusta, do cantor Cauby Peixoto, do rapper BNegão e da dupla de instrumentistas Duofel. Enquanto o Metrópolis especial estiver no ar, a artista plástica Maria Bonomi e a dupla de irmãos grafiteiros Gêmeos criarão uma grande obra de arte ao vivo. Na ocasião, estará em exposição parte da Coleção Metrópolis de Arte Contemporânea, cujo acervo atualmente conta com mais de cem obras. São peças doadas por artistas plásticos para a Fundação Padre Anchieta durante estes 18 anos e grande parte delas compôs o cenário do programa. Foi anunciada ainda a criação do Prêmio Metrópolis de Cultura. O troféu-escultura leva a assinatura da artista Tomie Ohtake. "Vamos premiar as áreas de teatro, cinema, artes plásticas, dança e MPB." A premiação só deve ser realizada no segundo semestre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.