Professor descobre poemas de Auden em publicação estudantil

Aos 15 anos, poeta teve poemas seus publicados na revista escolar 'The Gresham'

Efe,

05 de setembro de 2007 | 18h32

Um professor britânico identificou em uma publicação estudantil três poemas escritos por W.H. Auden ainda adolescente, um dos maiores poetas em língua inglesa do século 20. A descoberta ocorre no ano em que se completa o centenário do seu nascimento (1907-1973). O autor da descoberta foi o professor de inglês do colégio de Gresham (condado de Norfolk), John Smart, segundo a edição desta quarta-feira, 5, do jornal inglês The Independent. Auden freqüentou a instituição entre 1920 e 1925. Na próxima semana, a escola, orgulhosa de sua relação com o poeta, organizou um pequeno festival dedicado a Auden com palestras, interpretação de suas canções para cabaré e de colaborações com o compositor Benjamin Britten. Smart contou que conheceu Auden pessoalmente, ao escutar em 1969 uma leitura de seus poemas no teatro Sheldian, de Oxford, com o ator Richard Burton. O professor britânico descobriu os três poemas enquanto preparava o material para um livro sobre o intelectual John Hayward, editor de uma antologia da poesia inglesa editada pela Penguin Books. Hayward também foi ligado ao colégio e foi diretor da revista estudantil The Gresham, onde apareceram os poemas, que Auden escreveu quando tinha apenas 15 anos. Gresham é o local aonde Auden chegou em 1920 e onde descobriu a vocação para a poesia e a orientação homossexual. O fato de que, no entanto, o futuro escritor não tenha suportado o colégio, o que iria marcá-lo por toda a vida foi a obrigação imposta a todos os alunos de prometerem "por sua honra" que não beberiam álcool e jamais profeririam xingamentos ou cometeriam ações desonestas. O poeta escreveria anos depois que o sistema da instituição fazia dos meninos "inocentes neuróticos" e perpetuava exatamente "os desvios de caráter que supostamente deveria corrigir". Para Auden, apelando ao sentido da lealdade e da honra de um rapaz, é possível "conseguir o que for: suprimir a expressão de todas as emoções, sobretudo as sexuais, ainda por se desenvolverem; como um moderno ditador pode vencer toda a oposição das outras regiões da psique". Segundo o Independent, a simpatia de Auden pelo comunismo, seu apoio verbal aos republicanos durante a Guerra Civil Espanhola e o desprezo de tudo relacionado à burguesia têm certamente origem em suas experiências de estudante. Os três poemas descobertos se intitulam: Evening and Night in Primrose Hill (Tarde e Noite em Primrose Hill), Enchanted (Encantado) e To a tramp met in the holidays in Mounmouthshire (A um vagabundo que conheci nas férias em Monmouthshire). Os críticos apontam que esses trabalhos mostram a influência de outros poetas já famosos na época, como W.B. Yeats, Walter de la Mare e T.S. Eliot em A Canção de Amor de J. Alfred Prufrock.

Tudo o que sabemos sobre:
W.H. Auden

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.