Procura-se substituta para Monique Evans

Procura-se alguém para substituir Monique Evans no comando do programa sobre sexo Noite Afora, da RedeTV! A difícil missão está deixando a direção da emissora sem cabelos. Depois de muitas ameaças, Monique resolveu deixar mesmo o Noite Afora. A apresentadora, que é evangélica, pediu afastamento à direção da casa, alegando "convicções de caráter religioso". No início do mês, durante um culto de sua igreja, o pastor Rinaldo de Seixas Pereira, conhecido como Rina, durante uma pregação em que falava sobre tomar decisões e abrir mão de algumas coisas, pediu que Monique se levantasse e anunciou a decisão que ela havia tomado: não apresentar mais o programa erótico para seguir os preceitos da igreja. Monique confirmou durante o culto a decisão. A apresentadora freqüenta esses cultos há muito tempo e sempre teve de lidar com as reclamações dos pastores, que falavam que apresentar um programa erótico é incompatível com as idéias da igreja evangélica. Monique, que tem contrato com a RedeTV! até maio, está negociando com a direção sua participação em um novo programa. Ela estava no comando do Noite Afora desde sua estréia, em 2001. A cama será de casal - A emissora pretende estrear em maio a nova versão do programa, com novo formato e novos apresentadores. Apresentadores? Pois é, a direção da rede quer que agora a atração seja apresentada por um casal. Uma dupla bonita, desinibida e que fale sobre sexo de uma maneira divertida e sem que a coisa tome o rumo da baixaria. Assim como Monique fazia. Não faltam candidatos que se consideram capacitados para a missão, mas encontrar alguém que se enquadre no perfil desejado já é outra história.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.