Príncipe Albert reconhecerá filho que teve com aeromoça

O príncipe Albert de Mônaco reconhecerá oficialmente na próxima quinta-feira o filho que teve com a ex-aeromoça togolesa Nicole Coste, revelou neste domingo L´Express. O semanário francês cita até mesmo o comunicado no qual o Palácio monegasco explicará que "as convicções éticas do príncipe o conduzem a enfrentar suas responsabilidades e a reconhecer o menino".Isso fará com que Alexandre Eric Stéphane, nascido em Paris em 24 de agosto de 2003, ganhe o sobrenome Grimaldi, embora isso não acarrete em conseqüências sucessórias no pequeno Estado mediterrâneo, já que sua Constituição destaca que o trono será herdado pelos "descendentes diretos e legítimos", ou seja, saídos de um casamento civil e católico.A notícia será publicada ao término do luto familiar de três meses decretado pela morte do pai de Albert, Rainier III, em 5 de abril. Segundo L´Express, o menino já foi submetido a um teste de paternidade em um laboratório suíço, e o resultado não deu lugar a dúvidas.

Agencia Estado,

03 de julho de 2005 | 08h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.