Primeiros bebês do ano na China terão passe vitalício à Disney

Entretanto há restrições, entre elas, partos por cesárea e o parque da Disney em Tóquio

Efe

07 Fevereiro 2008 | 04h20

O primeiro menino e a primeira menina nascidos nesta quinta-feira em Hong Kong, dia no qual se festeja o início do Ano do Rato na cultura chinesa, receberão passes vitalícios para os parques temáticos da Disneylândia na antiga colônia britânica, na França e nos Estados Unidos.   No entanto, os nascidos por cesárea não poderão receber o prêmio, especificou o jornal local "South China Morning Post", que informou que o parque da Disney em Tóquio também não está incluído na lista.   Os responsáveis pelo parque de Hong Kong, inaugurado em setembro de 2005, também pensaram nos pais e irmãos dos recém-nascidos, com passes que vão valer por dez anos.   A Disneylândia de Hong Kong, que em dezembro publicou dados pouco favoráveis (uma queda de 23% das visitas no segundo ano de atividade), procura com este tipo de ação atrair a atenção da população local, que parece ter perdido o interesse pelo Mickey Mouse e seus companheiros.  

Mais conteúdo sobre:
China Ano novo Disney

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.